Caso Roswell: Ufólogo causa polêmica ao divulgar fotos inéditas de aliens capturados pelos americanos


Um ufólogo americano chamado Tom Carey reacendeu a polêmica entre cientistas e curiosos ao revelar que existem imagens supostamente reais de um corpo de alienígena recolhido na supersecreta “Área 51”, em 1947.
Essa foto teria sido escondida por agentes dos Estados Unidos. O alien (que aparece desfocado na imagem) teria sido capturado no "Caso Roswell"
Carey revelou parte de sua investigação para o mundo em uma coletiva de imprensa realizada no último no ultimo mês.
O documentário traz especialistas em fotos, que confirmaram que as imagens em questão são filmes e lâminas de 1947, época da suposta aparição dos Ets no Novo México.
Carey (na foto) é um ufólogo mundialmente conhecido, ele defende a veracidade das imagens dizendo que elas não foram editadas.
A foto do suposto alienígena indica que ele seria uma criatura de cerca de 1,20 metros, de cabeça desproporcionalmente grande e olhos parecidos com o de um inseto.
O material ficou escondido durante anos na casa de um simpático casal norte americano, Bernard e Hilda Blair Ray (na foto)
As lâminas foram encontradas entre os pertences do casal depois que eles morreram.
Tem imagens em preto e branco e coloridas. Os militares guardariam outros segredos desse episódio, entre os quais fotos da suposta nave que abatida e detalhes sobre a existência de alienígenas, tudo guardado numa base militar secreta e com acesso restrito.






Share on Google Plus

About Juarez Silva

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar