7 tecnologias impressionantes que podem acabar com a humanidade

“Se você quer de fato conhecer um homem, dá-lhe poder” – disse Abraham Lincoln. Muitos foram os pensadores que tanto alertaram a humanidade sobre onde poderíamos chegar e o fim da Segunda Guerra Mundial é a prova disso.


A ciência, como corpo de conhecimento, empenhada em desvendar os mistérios do universo, acaba por descobrir novas leis e suas aplicações, porém assuntos políticos e sociais muitas vezes utilizam-se do conhecimento científico ou até mesmo o impedem de avançar, por conta do interesse social ou econômico envolvido.


Neste contexto, apresentaremos aqui 7 tecnologias que poderiam rapidamente extinguir a humanidade. Cabe a nós levar a ciência a sério e voltarmos a nossa atenção ao que realmente interessa, caso contrário poderemos representar um fim a nós mesmos: 

7 – LHC – O acelerador de partículas
O LHC – sigla para Large Hadron Collider, o Mega Colisor de Hádrons – até saiu do assunto popular, porém teve um grande impacto quando revelado.  Trata-se de uma estrutura subterrânea de anéis magnéticos, com 27 quilômetros de extensão.
O LHC fica entre a França e a Suíça e seu objetivo é desvendar a relação entre as partículas, principalmente a colisão delas, demonstrando como teria ocorrido o Big Bang.
O perigo do LHC de acordo com alguns cientistas é, se as partículas podem mostrar como o universo se originou, também poderá destruí-lo formando um buraco negro que transformaria a Terra em um local impróprio para servir de lar.


6 – Stuxnet
Sabemos que os vírus são terríveis e muitas vezes destroem nossos computadores, deletando arquivos e acabando com as funções que precisamos.
Porém, imagine um super malware capaz de controlar sistemas importantes como usinas ou equipamentos militares? Pois é, este é Stuxnet.

Este super vírus já atacou o programa nuclear iraniano e a Siemens, criando uma ponte entre o local infectado e o invasor, permitindo até mesmo o controle total das máquinas.
Certamente isso geraria uma grande guerra não é mesmo? Para te assustar um pouquinho, algumas alterações foram encontradas inclusive na Europa, mas nada ainda ocorreu. Ainda.


5 – SETI/METI
No intuito de encontrar vida extraterrestre, os cientista desenvolveram o METI (Messages to Extra-Terrestrial Intelligence), capaz de enviar mensagens em frequências diversas para o espaço e o SETI (Search for Extra-Terrestrial Intelligence), que é um projeto que analisa sinais de rádio recebidos.
Porém, este contato pode representar um perigo e ninguém menos que Stephen Hawking faz o alerta de que, se usaram uma grande tecnologia para chegar até nós, será muito fácil acabar com a humanidade. O físico assemelha uma colonização extraterrestre com a colonização de Colombo desembarcou na América.
Dessa perspectiva aliens são assustadores, não são?

4 – HAARP, o Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência
Este programa visa estudar a camada da ionosfera terrestre, responsável pela transmissão das ondas de rádio.  As instalações ficam no Alasca e a primeira vista parece algo inofensivo, porém não para a Rússia cujas denúncias conspiratórias partidas pelo próprio governo relatam que esta é uma arma geofísica capaz de controlar as placas tectônicas de nosso planeta.
Será mesmo?


3 – Energia Nuclear
Podemos ver as consequências irremediáveis das bombas atômicas lançadas no Japão, em 1945, e o efeito que a energia nuclear tem sobre a humanidade.
Pensamos que temos tudo sobre controle e apenas usaríamos para geração de eletricidade, porém os desastres, como o de Chernobyl e Fukushima mostram como as coisas podem fugir do controle.
Caso guerras se iniciem a energia nuclear pode ser uma grande ameaça a nossa existência.


2 – Nanotecnologia
Até roupas e alimentos, além é claro dos computadores, funciona a base da nanotecnologia.


Porém, alguns grupos sociais não são tão confiantes assim, acreditando que os microrrobôs ganhariam autonomia e fugiriam do nosso controle. Isso poderia gerar uma guerra contra nós. Já outra hipótese consiste em um cenário chamado Grey Goo em que os erros na programação ocasionariam um crescimento exponencial dos nanorrobôs. Isso resultaria na ocupação deles da Terra e na mudança de todo ambiente como conhecemos.
Simplesmente assustador!


1 – Alterações genéticas
As alterações genéticas são de fato um objeto de discussão científica. Desde pesticidas até alimentos transgênicos, sabemos que essas alterações variam bastante as produções de hormônios e afetam a reprodução, podendo causar o aumento de doenças e mutações, gerando um ciclo infinito de busca pela cura das novas doenças que surgem.


O temível é que não possamos conseguir encontrar a cura para todos esses malefícios.
Como já se questionava Carl Sagan: “será que continuaremos representando um perigo a nós mesmos?”





Share on Google Plus

About Juarez Silva

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar