Essas são as 7 pessoas mais malignas da história da humanidade

Se você gosta de história, certamente já percebeu que muitas foram as pessoas – das quais se destacam os cientistas – que trouxeram avanços incríveis para a humanidade, marcados por descobertas que foram capazes de mudar o mundo para melhor e facilitar as nossas vidas.
Entretanto, muitas foram as pessoas que também marcaram negativamente as nossas páginas, cometendo crimes em massa para fins de propagações ideológicas bizarras ou simplesmente para perpetuarem o poder. Nesta matéria conheceremos exatamente elas – veja quem foram as mentes mais cruéis e maliciosas que já existiram: 

7 – Vlad, o Empalador

 

Vlad lutou contra o expansionismo islâmico na Europa, como também é um grande símbolo de independência do Império Otomano. Entretanto ele também tem um lado sombrio: o fato de empalar inimigos capturados no porão de sua própria casa.
Na imagem acima os empalados são apenas bonecos, porém eles recepcionam as pessoas na entrada do castelo de Vlad. Na história real, os gritos eram altos e as vítimas morriam lentamente, sendo possível ouvi-las durante toda a noite, sendo Vlad um adorador desta terrível “canção de ninar” – como eram considerados por ele os gritos.


6 – Delphine LaLaurie


Delphine era uma mulher rica, que durante o século 19 mantinha escravos no sótão de sua mansão para realizar as mais brutais torturas.
A descoberta do que era feito por LaLaurie se deu por conta de um incêndio, aparentemente ateado pelas próprias vítimas no local. Quando os bombeiros chegaram se depararam com uma cena grotesca: as pessoas haviam sido mutiladas, estavam com suas bocas costuradas e vários partes do corpo, anteriormente cortadas, estavam implantadas em outros locais aleatórios de seus corpos.


4 – Henrich Himmler


No regime nazista, Himmler era um oficial de confiança de Hitler e responsável por arquitetar planos para os soldados. Himmler ficou responsável pelo andamento dos campos de concentração e comandava as estratégias de perseguição para o regime nazista.

4 – Shirō Ishii


Ishii foi um cientista que fazia experimentos pra lá de assustadores: ele dissecava pessoas ainda vivas, fazendo serviços de amputação e anexando os membros amputados em outras partes do aleatórias os corpos das pessoas.
Seus alvos eram principalmente as crianças e mulheres grávidas, trabalhando a serviço do Exército Imperial Japonês ao decorrer da Segunda Guerra Sino-Japonesa. Ishii também utilizava vários tipos de armas para testar na população, inclusive biológicas.

3 –  Joseph Mengele


Nesta terceira posição ninguém mais, ninguém menos que Josef Mengele se encontra na lista. O famoso cientista nazista tinha uma ficção por gêmeos e fazia experimentos pra lá de cruéis com a população.

2 – Adolf Hitler


Hitler talvez seja a personalidade mais conhecida da história pela crueldade imposta por seu regime nazista. Estima-se que 6 milhões de pessoas tenham sido mortas durante sua ditadura, das quais se incluem religiosos diversos, em especial os judeus, como também negros, homossexuais e quaisquer pessoas não fizessem parte dos preceitos de raça “pura” ariana.

1 – Joseph Stálin


A primeira posição é de Joseph Stálin, considerado o maior assassino de todos os tempos pela história.
O motivo de sua fama se dá pelos assassinatos em massa cometidos durante seu regime, que estão em torno de 12 milhões de pessoas somente na região da Ucrânia, enquanto ainda anexada à União Soviética.
De acordo com dados oficiais históricos, é calculado um número de 60 milhões de mortos pelo regime stalinista. Entretanto, a considerar as pessoas sem registros de nascimento e os membros da fome russa, entre outros, estima-se que mais de 100 milhões de pessoas teriam sido mortas.

FONTE


Receba as as notícias mais interessantes e curiosas da internet em seu e-mail, totalmente sem Spam, em primeira mão!





Share on Google Plus

About Juarez Silva

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar