O que Aconteceria se Destruíssemos a Lua?



Isso é o que aconteceria se a Lua fosse destruída:
O ano é 2116. A humanidade passou os últimos 100 anos estocando ogivas nucleares. E não apenas algumas – 600 bilhões das maiores e maiores, mais mortais que podem construir ogivas. Mais ou menos como a Tsar Bomba (a maior bomba nuclear já detonada), mas, bem, 600 bilhões de vezes.


Por quê? Porque nós decidimos explodir a Lua, e para isso seria necessário o equivalente a 30 trilhões de megatons de TNT.
Quando dizemos explodir, não me refiro apenas ligeiramente explodir. Veja, se você não destruir completamente a Lua, os fragmentos remanescentes provavelmente se aglutinarão novamente em um objeto do porte da Lua. Claro, não vai parecer tão bonito ou esférica como a nossa Lua atual, mas vai ser muito semelhante em seu efeito gravitacional na Terra.


Não, o que nós (ou, mais especificamente, os nossos eus futuros) querem fazer é se livrar completamente da Lua. Assim, com seus múltiplos foguetes prontos e esperando para atacar a Lua de todos os lados, eles vão destroçar nosso satélite natural e explodi-lo em pedacinhos. Cientistas de todo o mundo ansiosamente preparam uma das maiores (e mais idiotas) experiências de todos os tempos.


Com os fragmentos da Lua pequenos demais para se unir gravitacionalmente, eles começam a se espalhar. Em primeiro lugar, um grande número vai cair em direção à Terra, chovendo rocha derretida em todos os cantos. Cidades seriam destruídas, países seriam varrido do mapa, e começaríamos a nos perguntar se explodir a Lua foi uma ideia realmente brilhante.


Você já reparou que a Lua está coberta de crateras? Bem, isso é porque ela é bombardeada por meteoritos, que protegem a Terra de algumas das rochas que vem o nosso caminho. Com a Lua aniquilada, estamos agora também mais vulneráveis ​​às rochas espaciais.


Claro, um dos efeitos mais visíveis da Lua são as marés. Como a Lua não está mais lá, os oceanos do mundo tornam-se muito mais calmos. O sol ainda tem um efeito sobre eles (conhecido como marés solares), de modo que os surfistas não ficariam completamente desprovidos de ondas. Mas os oceanos em grande parte tornariam-se serenos.


Isto tem um efeito terrível sobre a vida na Terra. Animais marítimos não seriam mais capazes de se mover tão facilmente. A agitação dos oceanos, e, assim, a circulação de nutrientes, cessa. Vida à base de água lutaria para sobreviver e, eventualmente, milhares (e provavelmente milhões) de espécies seriam extintas.


Além disso, a Lua é responsável por cerca de um octogésimo da massa do sistema Terra-Lua. A perda da Lua afeta diretamente a órbita, rotação e oscilação da Terra. Sem a Lua agindo como um estabilizador, a Terra começa a balançar mais e mais, passando a ter uma órbita muito elíptica, o que por sua vez provocaria mudanças climáticas extremas, que aniquilariam qualquer forma de vida restante no planeta. [SpaceAnswers]



Receba as as notícias mais interessantes e curiosas da internet em seu e-mail, totalmente sem Spam, em primeira mão!





Share on Google Plus

About Juarez Silva

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Pesquisar